Team 360 - Brazilian Jiu Jitsu

Home > MMA (Mixed Martial Arts) > Daniel Zarate

Daniel Zarate

Daniel Zarate se enfrento a Evangelita "Ciborg" Santos en el Samurai Fight en Curitiba, Brasil, perdiendo por ko en el primer round

 

O Circuito de MMA no Sul do Brasil está cada vez mais bonito para os fãs do esporte. NA noite de ontem, a cidade de Curitiba recebeu a segunda edição do Samurai Fight Combat no Círculo Militar do Paraná, enchendo as arquibancadas e fazendo o público presente vibrar com as lutas. Dentre as novidades, foi anunciada a criação do cinturão até 70kg e um cinturão na categoria peso pesado para abril de 2010, na próxima edição do evento. Confira os resultados completos com um pequeno resumo do que de melhor aconteceu no show:

 

Júlio César "Mão de Pedra" (Iglesias Team) finalizou Naza (Thainaja) com um triângulo no R1:

 

O companheiro de treinos de Vanessa Porto não demorou muito para logo em sua estreia sentir o gosto da vitória e, depois de passar alguns segundos jogando por baixo, conseguiu aplicar um triângulo em seu oponente, que foi obrigado a bater.

 

Alcenir Padilha (Roberto Gold Team) derrotou Adaílton Pará (Chute Boxe) por nocaute técnico no R3:

 

Adaílton Pará tinha 100% do ginásio a seu favor e contra o peso dos seus 41 anos e a habilidade de Alcenir Padilha que complicou seu jogo durante os três rounds. Alcenir conseguiu por várias vezes alcançar posições de dominância por cima e castigou severamente o guerreiro da Chute Boxe, que não se entregou, obrigando o árbitro central a interromper a luta no terceiro round.

 

Vinicius “Vina” (Combate Absoluto) finalizou Edmílson (Ataque Duplo) com um mata-leão aos no R1:

 

Em sua última luta na categoria até 70kg, Vinicius Vina, que decidiu somente lutar até 66kg, venceu o pupilo de Thiago Tavares com um mata-leão logo no começo do primeiro round.

 

André Toquinho (Noguchi) finalizou Robert Pupilo (PRVT) com uma guilhotina no R2:

 

André Toquinho dominou o primeiro round de maneira soberana com bons lowkicks e ataques de ground and pound. No segundo round, Roberto Pupilo não conseguiu se livrar de uma guilhotina em pé muito bem aplicada e deu os trës tapinhas de desistência.

 

Gildo Lima (Chute Boxe) finalizou Antonuce Conceição (PRVT) com um arm-lock no R2:

 

Aquilo que se desenhava pra ser uma luta rápida por ser tratar de uns dos mais experientes faixas pretas de Muay Thai da academia Chute Boxe acabou se tornando em uma batalha épica entre Gildo e Antonuce. O atleta da academia Paraná Vale Tudo dominou o primeiro round, tendo alguns momentos de problema, porém sempre conseguindo se sair melhor. No segundo round, o mesmo jogo foi apresentado e Antonuce conseguiu a montada, desferindo golpes furiosos em Gildo Lima. No entanto, Lima mostrou o porquê de ser um dos mais cascas-grossas de Curitiba e reverteu a luta, finalizando o jovem Antonuce com um apertado arm-lock.

 

Nelson Jaca (Chute Boxe) venceu Antônio Conceição (Associação Jaraguense) por desistência no R1:

 

Nelson Jaca não teve problemas em vencer Antônio Conceição, que lutou com a parte de cima do quimono e com um protetor em seu joelho. Logo no começo do primeiro round, Conceição caiu e tentou puxar o jogo pro chão. Por outro lado, Jaca queria a luta em pé. O atleta da Chute Boxe conseguiu atingir o catarinense por algumas vezes no solo e o mesmo acusou uma lesão no joelho e pediu para parar ainda no inicio do primeiro round.

 

Iliard José (PRVT) nocauteou Gilmar Manaus (Noguchi) no R1:

 

Iliard, da equipe Paraná Vale Tudo, não tomou conhecimento do valente Gilmar Manaus, do mestre Noguchi, e partiu como um trator, dando um chute seguido de vários potentes socos no ground and pound, finalizando a luta em pouco mais de 20 segundos.

 

Amanda Nunes (Edson Carvalho - Salvador/BA) derrotou Vanessa Porto (Ac. Inglesias Team) por desistência no R2:

 

Vanessa Porto pegou a maior pedreira de sua carreira enfrentando a atleta Amanda Nunes. A baiana acelerou do começo ao final do combate, e Vanessa parecia não conseguir seguir o mesmo ritmo de Amanda, que dominou tanto em pé quanto no solo. No final do segundo round, Vanessa parecia tranquila, apesar da clara desvantagem, porém, naquilo que pareceu uma decisão do corner e da atleta Vanessa, não retornou para o terceiro round.

 

Evangelista Cyborg (Chute Boxe) nocauteou Daniel Zarate (Meca 360) no R1:

 

Na luta mais aguardada da noite, Evangelista Cyborg enfrentou um adversário da Argentina. Cyborg, como sempre, começou atacando com potentíssimos low kicks, que deslocou o argentino. Zarate ainda tentou um ou dois golpes, sempre muito bem defendidos e contra-atacados por Cyborg. Em uma tentativa de double leg o argentino avançou em direção as pernas de Cyborg que desferiu uma potente canelada de esquerda que entrou no queixo do argentino, que caiu imediatamente apagado.

 

*colaborador da TATAME

 
Felicitaciones Daniel por el aguante y representar al equipo en una pelea tan dificil que nadie queria agarrar.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

Prof Carlos Villamor. Brazilian Jiu-Jitsu. Team 360°
Mendoza 4956. Rosario. Argentina

Diseño Web Pablo Impallari